Pular para o conteúdo principal

De luto, Dilma paralisa campanha por três dias, diz PT

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, cancelou a agenda de campanha por ao menos três dias após a morte do candidato Eduardo Campos, que estava no avião que caiu nesta quarta-feira em Santos (SP). As informações sobre a paralisação são da comitê da campanha do PT, em Brasília.
Segundo a assessoria de impresa de Dilma, todos os comitês regionais e nacionais estão com as atividades suspensas por três dias em luto pela morte de Campos.
O Palácio do Planalto informou ainda que a presidente vai se pronunciar ainda hoje, mas não há detalhes do horário. À noite, Dilma iria conceder uma entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo. Ela cancelou e está negociando uma nova data.
Já o candidato tucano Aécio Neves (PSDB), que estava em campanha na cidade de Teresina, no Piauí, cancelou toda a agenda do dia e tenta voltar para São Paulo. Ainda não há confirmação se ele conseguirá ir para Santos ainda hoje. Ele deve se pronunciar por meio de nota à imprensa. 

Comentários