Pular para o conteúdo principal

Mosquito Aedes Aegypti preocupa a cidade de Pau dos Ferros - RN e regiões circunvizinhas

      
        No dia 10/03/15 a vereadora Tércia Batalha (PSB) cobrou do Prefeito Fabrício Torquato, na sessão ordinária do Poder Legislativo, através do Requerimento Nº 013/2016, a convocação e nomeação dos aprovados para o cargo de agentes de endemias, visando atender as necessidades da cidade. A cidade de Pau dos Ferros vem sofrendo com as doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmição da Dengue, Zika e Chikungunya.
        No dia 02 deste mês a COSERN fez um levantamento dos focos do mosquito Aedes no Rio Grande do Norte e confirmou a presença de foco nas cidades de São José de Mipibu, Caicó, Parnamirim, Angicos, Assu, Baraúna, Ceará-Mirim, Extremoz, Goianinha, João Câmara, Jucurutu, Martins, Mossoró, Nova Cruz, Pau dos Ferros, Santa Maria, São José do Seridó, São Miguel do Gostoso, Serra do Mel, Taipu e Touros. 
         Pessoas de cidades circunvizinhas que foram infectada pelo Zica vírus apontam que podem ter contraído a doença na cidade de Pau dos Ferros que atualmente conta com um terço dos agentes de endemias necessários para atender toda a cidade. Apesar de todo o esforço da administração em realizar mutirões, convocar até o exercito para tentar controlar a epidemia, os moradores não param de reclamar, a própria vereadora Tércia Batalha informou na tribuna da câmara que no Bairro São Benedito, o agente passou no dia 08 de janeiro e, até o dia 10 de março, ainda não haviam retornado.
           Nas redes sociais, moradores apoiam o pedido da vereadora e denuncia casos de abandono, uma moradora chegou a dizer que está há 4 meses sem recebe a visita de um agente de combate as endemias, indignado os agentes que estão trabalhando reclamam da sobrecarga de trabalho e da falta de atenção do governo para com esses profissionais.
          A situação se injustifica ainda pelo fato de haver um concurso vigente desde 2015 e nenhum Agente de Combate as Endemias foi nomeado. Até o momento a população não consegue entender qual o motivo para a administração municipal adiar por tanto tempo a convocação desses profissionais, principalmente agora que todo o Nordeste vem sofrendo com crises de água e surtos de dengue, Zika, Chikungunya e seus efeitos danosos que podem levar a morte e trazer sequelas para a vida toda em crianças que nascem com microcefalia.
        Em Marcelino Vieira alguns moradores contraíram zica virus e Chikungunya, a suspeita é que tenham pego a doença na cidade de Pau dos Ferros.

Comentários