segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

CÂMARA ABRE TRABALHOS LEGISLATIVOS SEM A MENSAGEM ANUAL DO PREFEITO


Curta (y) Esse Bode é Vieirense
Publicado por Esse Bode é Vieirense em Sábado, 30 de janeiro de 2016
Imagem facebook: esse bode é vieirense
 

A Camara Municipal de Marcelino Vieira, abriu seus trabalhos legislativos neste sábado dia 20 de Fevereiro sem a tradicional Mensagem do Executivo Municipal.

Muito Criticado pela ausência por parte da oposição e também por alguns vereadores da base aliada, o prefeito José Ferrari parece que realmente se esqueceu dos problemas que envolve o município, pois se quer mandou um representante para dar satisfação a população. 

Os vereadores da oposição solicitaram mais empenho do executivo para com a população, principalmente no tocante a falta dágua e o descaso do prefeito para com o problema.

Vereadores da situação ensaiaram uma defesa do executivo, mas logo começaram a também reclamar a ausência do prefeito.

Sem uma obra concluída no ano de 2015 e com várias atrasadas ou paralisadas, com a falta do transporte escolar para os universitários, a falta de médicos , a falta de um plano para a agricultura, e um planejamento para a falta de água, entre outros, o executivo preferiu simplesmente silenciar diante das dificuldades da população.
O circulo de fogo lamenta a postura do executivo é realmente uma pena ter que noticiar descaso para com a nossa cidadezinha, mas tá difícil falar de coisa boa. 
Se você tiver algo bom para nos dizer, escreva para o circulo de fogo através do nosso email: circulodfogo@bol.com ou do nosso facebook que acabou de ultrapassar os 1000 fãs: facebook.com/cdfogoOficial ou de nosso grupo de discussão: https://www.facebook.com/groups/328584233907328/?fref=ts
Encontramos outros grupos com o nome "Circulo de Fogo" mas o oficial este é o oficial, nele nossos posts são comentados pelos editores e por outros vieirenses leitores de maneira democrática.

Release enviado para o circulodfogo@bol.com.br

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

MARCELINO VIEIRA: PROJETO “SOU FELIZ SEM DROGAS”.

Por iniciativa das lideranças das Comunidades da Vila Ana Henrique, São Pedro e apoio dos Profissionais do NASF, Sec. Educação, SINTRAF, STR e EMATER, vai ser realizado nesta semana de 16 a 19 de fevereiro de PROJETO: SOU FELIZ SEM DROGAS. 
A RÁDIO VITÓRIA FM E OS BLOGS VERDADE VIEIRENSE, CIRCULO DE FOGO FARÃO A COBERTURA, VENHA TAMBÉM FAZER PARTE DESSA LUTA.
 
PROGRAMAÇÃO:
1ª SEMANA A SER TRABALHADO O PROJETO: “SOU FELIZ SEM DROGAS”.
1º DIA – 16/02/2016 (Terça-feira) Começando as 09h00min.
* Visitas aos domicílios pela manha e tarde com os profissionais envolvidos no projeto;
Objetivo: Conhecer o histórico de vida e descobrir suas potencialidades.


2º DIA – 17/02/2016 (Quarta-feira) as 09h00min.
* Roda de conversa com a comunidade e os profissionais;
* Atendimento individual (Psicóloga, assistente social e nutricionista) a partir das 14h00min.


3º DIA – 18/02/2016 (Quinta-feira)
Emater e Sindicatos (SINTRAF e STR)
(Palestra de Inclusão Social do Agricultor Familiar: Feira de Produtos em regim de Economia Solidária)


4º DIA – 19/02/2016 (Sexta-feira)
Secretaria de educação (Aguardando Planejamento)
* Encerramento à tarde com os próprios usuários e demais pessoas, onde irão expor seus talentos para a comunidade.

PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS:
> Maria Zuleide da Silva (A.C.S)
> José Mário de Souza (Educador/professor/geografo)
> José Hélio de Oliveira Alfredo (Educado/Professor/pedagogo)
> Mauro Jorge (Rádio Vitória/SINTRAF)
> Michel Alves (Coordenador da atenção básica)
> Luciana Pontes Fernandes (Assistente social – NASF)
> Nadja Andrade (Psicóloga – NASF)
> Sonária Ruana (Nutricionista – NASF)
> Denise Lopes (Secretária de educação)


IDEALIZADORES:
Júnior Fontes / Zuleide Silva / José Mário / Walison Silva / Fátima Dias / Edilane Silva.


COLABORADORES:
Edmilson Fernandes / Tadeu dos teclados/ Mercadinho Real, Org.: Neto Dólar / Frigorifico e mercadinho Mabel, Org.: Marcio.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Sem gasolina, transporte escolar continua suspenso pela prefeitura

Memes da prefeitura municipal de Marcelino Vieira circulam na internet

Descaso, descaso, descaso e mais descaso. Marcelino Vieira está no fundo do poço e pra piorar descobrimos que nem água tem.

Estamos na lama literalmente, nosso governo não governa, só serve para torrar o dinheiro público com contratos e futilidades, a cidade está entregue as moscas e essa brincadeira tem que acabar.

Todo o dinheiro recolhido pela prefeitura de Marcelino Vieira só está dando para pagar seus contratos, sem obras, sem água, sem gasolina a cidade entra de vez na sua pior crise e precisamos dar um basta em tudo isso, até quando a população e o ministério publico, se fazem de cegos, surdos e mudos?

Quase um mês que começaram as aulas nas universidades e os estudantes se veem obrigados a pagar mensalidades absurdas de transporte escolar simplesmente porque a prefeitura municipal resolveu cortar a gasolina do transporte escolar, as aulas municipais e estaduais estão iniciando e como a população vai ficar? Esquecida? Entregue as moscas? e vão fazer o que? Esperar chegar outubro para eleger outro candidato? e até lá?

Em nome da população, este blog pede esclarecimentos do poder executivo, legislativo e judiciário, queremos saber quando entra na prefeitura e como é gasto esse dinheiro, queremos uma lista completa e detalhada de cada contrato no município e qual valor é pago a cada um deles o dinheiro é nosso, é nosso dever saber como está sendo gasto.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

PLANTÃO: CAERN acaba de anunciar colápso no abastencimento de agua da cidade de Marcelino Vieira - RN

http://www.biocoleta.com/novosite/wp-content/uploads/2013/11/news3.jpg 

As informações que chegam a este blog é de que o abastecimento de água da cidade de Marcelino Vieira acaba de entrar em colapso. Em virtude da seca que assola o Nordeste a CAERN, orgão responsável pela distribuição de água na cidade acabou de anunciar que a partir de amanhã o abastecimento de água será cortado.

Desde o ano passado a cidade vem sofrendo com o rodízio e a má qualidade da água que chegava na torneira, agora a população deverá procurar novos meios para conseguir agua para atender suas necessidades básicas.

Em breve mais informações