Pular para o conteúdo principal

RISCO DE COLAPSO NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA DO MUNICIPIO DE MARCELINO VIEIRA/RN, DEIXA POPULAÇÃO EM ESTADO DE ALERTA

Senhores responsáveis, segue esse relato para devida avaliação: Em reunião recente (16.03.2015) com os usuários e comunidade ficou evidenciado, o risco de racionamento no abastecimento de água, que já vem sendo anunciado desde o ano passado, levantamento realizado, no dia 01/09/2014 pelo Departamento  Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS constatou que o açude do Junco, (Raimundo Conrado) que abastece a cidade de Marcelino Vieira-RN, e outras comunidades com carro pipa, estava com 28% de sua capacidade total, (hoje com menos de 10%, volume morto) dos 11.200.000 m³, o que corresponde a 3.124.000 m³, a redução dessa capacidade comprometerá a qualidade da água. 

De acordo com os dados do DNOCS em comparação com os outros reservatórios, o açude era considerado um dos mais preparados para uma estiagem. Segundo funcionários da CAERN, os vieirenses têm água até março/2015, caso não chova e continue o consumo médio, sem excesso de desperdício. Mesmo assim o município está entre os considerados pelo Governo Estadual, em estado de emergência, devido a estiagem. É sabido que a CAERN interrompe o abastecimento durante período do dia em alguns setores da cidade, para viabilizar a economia de água. Nesse sentido, entendesse que será necessária uma equipe de fiscalização orientada pelo Ministério Público estadual, Prefeitura, a Câmara Municipal, a CAERN, acompanhando o processo de racionamento no abastecimento de água.

Observe ainda que a comunidade circunvizinha do açude RAIMUNDO CONRADO (Junco, Caiçara), pede atenção das AUTORIDADES para os RISCOS QUE OS BURACOS CAUSADOS PELOS FORMIGUEIROS, NA PAREDE DO AÇUDE PODEM CAUSAR A POPULAÇÃO VIEIRENSE.

Outros temas para avaliação: Pesca predatória, aguação por aspersão, utilização de defensivos desapropriados, entre outros.





E-mail enviado por Mauro Jorge;
Envie um e-mail para circulodfogo@bol.com.br

Comentários