Pular para o conteúdo principal

Vagas solicitadas pelo RN no Mais Médicos são preenchidas em 1ª chamada

As 91 vagas solicitadas pelo Rio Grande do Norte no programa Mais Médicos foram ocupadas por profissionais com registro brasileiro. Toda a demanda dos municípios potiguares foi atendida na primeira chamada do programa coordenado pelo Ministério da Saúde. Nesta fase, apenas médicos com o CRM brasileiro puderam participar da seleção.

Os médicos irão atuar em 27 municípios do Rio Grande do Norte e têm até o dia 20 de fevereiro para se apresentar nos municípios com a documentação exigida no edital do Mais Médicos. Caso não compareçam, a vaga será preenchida por outro profissional selecionado em segunda chamada.
Programa Mais Médicos foi criado pelo Ministério da Saúde para levar assistência médica a milhões de pessoas no interior do Brasil
Programa Mais Médicos foi criado pelo Ministério da Saúde para levar assistência médica a milhões de pessoas no interior do Brasil(foto:Adriano Abreu)

Em todo o país, 91% das cidades que aderiram ao novo edital do Programa Mais Médicos tiveram 100% das vagas preenchidas. Entre as 1.294 cidades brasileiras participantes, 1.181 conseguiram atrair profissionais para suprir 100% das vagas disponíveis no novo edital, lançado em janeiro. Outras 46 tiveram a solicitação parcialmente atendida e 67 municípios ainda não conseguiram atrair nenhum médico. Destas, 30 cidades não foram escolhidas por nenhum profissional dentre as quatro opções disponíveis. Apenas um, dos 12 Distritos Indígenas, não preencheu todas as vagas.

Das 4.146 opções disponíveis para os médicos, 3.936 já foram ocupadas. Ao todo, 1.227 cidades e 12 DSEIs atraíram médicos para ocupar integral ou parcialmente as vagas nas unidades básicas de saúde. Cerca de 50% (605) dos municípios escolhidos estão dentro do critério de vulnerabilidade social e econômico, como as cidades com 20% de sua população em extrema pobreza, com IDH baixo e muito baixo, localizadas no semiárido, Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Ribeira e nas periferias de capitais e regiões metropolitanas. Também foi garantida expansão para os distritos indígenas.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, avalia que os números de inscrição dos médicos e escolha de municípios demonstram a efetividade do Programa. “O Mais Médicos de fato está tendo uma resposta de credibilidade da população e dos gestores, que avaliam positivamente, além dos médicos que participam do Programa. Todos demostram uma satisfação muito grande com o Mais Médicos”, comemora.

O Sudeste foi a região mais atendida: das 1.019 opções disponíveis, 1.010 foram preenchidas. No Sul, das 520 solicitadas, 504 foram ocupadas, seguido do Centro-Oeste, com 380 ocupadas entre as 393 disponíveis, do Nordeste, com 1.708, das 1.784 possíveis e do Norte que 303 profissionais para as 395 vagas apontadas pelos municípios. As 210 vagas disponíveis serão abertas para a segunda chamada de profissionais.
Fonte: Tribuna do Norte

Comentários