Pular para o conteúdo principal

PORQUE A NÃO ACEITAÇÃO DA NATUREZA PELO HOMEM?

Na Ciência o termo “teoria” é bastante diferente do termo usual cotidianamente. No dia-a-dia quando usamos essa palavra queremos nos expressar em relação a uma incerteza, a algo que não é coerente com a prática, ou algo assim. Na ciência é completamente diferente, quando algo vira teoria é por que passou pelo método científico, onde é submetido a um rigoroso processo observacional e experimental, onde se tem uma comunidade de pesquisadores que contestam e aprimoram sua “teoria”. Como por exemplo, a teoria da gravidade.  É incontestável nos dia de hoje a inexistência dessa força que nos puxam para baixo, que mantém corpos em órbitas e tudo mais.

Sem dúvida a teoria formulada por Darwin não é uma teoria no termo usual cotidiano, é além de uma comprovação científica, é um fato intuitivo observável. Mas porque a não aceitação dessa teoria? Por que alguns seres humanos não aceitam ter a mesma descendência de um macaco, ou não aceita ser igualado aos demais animais?

A primeira resposta seria o não conhecimento do assunto, certamente quando alguém se recusa a se igualar ao demais compartilhantes da terra, é por que não conheceu a teoria científica. Segundo, o fator religioso, onde dependendo do nível de fanatismo a pessoa não conseguirá ver as coisas além de sua religião, mesmo sabendo da existência de antibióticos e suas ineficácias em algumas bactérias que se adaptam ao mesmo, e sobrevivem. Mesmo sabendo que os recursos farmacêuticos e hospitalares não seriam possíveis se não tivéssemos cobaias com um organismo semelhante ao nosso.

O mais importante aqui é falarmos do fator social e cultural, pois sabemos que o ser humano em seu nível de dominância chegou ao topo da cadeia alimentar onde conseguiu dominar todos os animais e até mesmo a própria espécie. Daí onde podemos entender aonde se pode chegar com esse nível de dominância, pois o homem culturalmente se distancia da natureza, tratando como primitivo ou selvagem tudo aquilo que pertence à natureza, o próprio termo “selvagem” é visto de forma pejorativa e negativa por pertencer à natureza, se você é chamado de burro você está sendo ofendido, pois o burro seria um animal inferior e da natureza. O que o homem não enxerga, é o fato de fazermos parte da natureza, nós não dominamos a natureza, nos fazemos parte dela como qualquer outro animal.


Sendo assim  não é nítido nesse nível cultural o fato de não sermos perfeitos, pois na cabeça de muita gente somos perfeito. Ai onde entra a definição de perfeição: somos uma máquina orgânica com membros superiores e inferiores, como qualquer outro animal pode ser isso seria perfeição? Somos delicadamente sujeitos a falhas genéticas e a doenças. O nosso único diferencial dos demais animais é que temos um cérebro desenvolvido, e não, isso não é perfeição. A maioria dos animais tem cérebro, e todos os animais que habitam atualmente a terra, é por que possuem alguma característica que os favoreçam a isso, seja uma cauda mais resistente como a dos macacos, seja o faro do cachorro, ou a habilidade de um gato, ou um cérebro desenvolvido. No nosso caso, fomos privilegiados em conseguir um cérebro desenvolvido, afinal de contas, esse é principal fator de estarmos no topo de dominância, pois se dependesse de nossas habilidades corporais, perderíamos fácil para uma onça. 

Comentários