Pular para o conteúdo principal

Campanha eleitoral: Uma utopia

Enquanto os candidatos que estão no poder mostram um paraíso longe da nossa realidade os da oposição, tentam empurrar um inferno que não temos e tentam vender um paraíso futuro. Apesar de muitos desconhecer o céu e o inferno das propagandas eleitorais, existe um numero considerado de eleitores que insistem em divulga-las, discuti-las, mostrar números copiados e colados sem consultar fontes verdadeiras, tudo para idolatrar seu candidato que entre carreatas e carros de som lhe ergue as mãos com um sorriso no rosto e uma simpatia contagiante.

Aquele é o homem do povo! Que não tem vergonha das suas origens humildes, que vem pra rua abraçar aquelas pessoas que vão lhe horar com seus votos e suas esperanças.

De 4 em quatro anos o povo é soberano é a principal esperança de um candidato continuar com sua riqueza pelos próximos anos.

A campanha eleitoral é uma utopia, um sonho que acontece de 4 em 4 anos, uma pequena amostra grátis de como um candidato deveria se comportar todo dia. É um mero jogo de  estratégias cada vez mais profissionais e requerem inteligência, perspicácia e criatividade dos marketeiros.

Comentários