Pular para o conteúdo principal

Campos e Marina registram candidatura com previsão de gasto de R$ 150 milhões

O candidato do PSB ao Palácio do Planalto, Eduardo Campos, e sua vice, Marina Silva, apresentaram nesta quinta-feira o registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme determina a legislação, a dupla apresentou a estimativa máxima de gastos com a campanha: 150 milhões de reais. O número é 66,6% superior ao teto apresentado por Marina Silva em 2010, quando a ex-senadora se candidatou à Presidência da República pelo Partido Verde. 
Os candidatos também registraram o programa de governo, que compreende os cinco eixos divulgados anteriormente: novo urbanismo e pacto pela vida; políticas sociais e qualidade de vida; educação, cultura e inovação, economia para o desenvolvimento sustentável; Estado e democracia de alta intensidade. De acordo com Neca Setúbal, que elabora as diretrizes do partido, um sexto item será adicionado ainda neste mês: cidadanias e identidades – uma tentativa de se aproximar de movimentos sociais, ala tradicionalmente ligada ao PT. 

Comentários