Pular para o conteúdo principal

VEJA VÍDEO:Motorista em fúria porque sua mulher estava sem calcinha atinge vários veículos no Corredor Cultural de Mossoró!


O motorista identificado como  Advogado Adriano Stuart Lúcio Pereira da Silva, por ser advogado ele tem direito ser transferido para uma cela especial no Segundo Batalhão de Polícia de Mossoró. O delegado Vieira tentou um contato com o comando da Polícia Militar para fazer a transferência. 
Adriano Stuart poderá, no entanto, ser liberado antes, pois está sendo feito procedimento para pagamento de fiança no valor de R$ 5 mil.  O carro do maluco tipo Etios Toyota, de placas OJZ-6606, Natal-RN, de cor prata, bateu em vários veículos na avenida Rio Branco, Corredor Cultural. A confusão aconteceu por volta da meia noite.
 De acordo com depoimento de alguns proprietários de veículos que foram atingidos pelo motorista em fúria, tudo começou no restaurante Nossa Massa, quando o mesmo começou uma briga com sua mulher. 
- Ele ficou furioso pelo fato de sua acompanhante estar sem calcinha e com ciúme começou a confusão, dizendo e iria matar a mesma -, revelou um dos proprietários dos veículos atingidos, em depoimento na Delegacia de Plantão, no Alto de São Manoel. Do Nossa Massa, o motorista bateu em um veículo no interior de um estacionamento, depois jogou o extintor de seu carro em um veículo que estava estacionado na área.
 Em seguida, em alta velocidade o piloto saiu batendo e atingindo vários carros. Ele parou nas proximidade do Teatro Municipal Dix-huit Rosado, onde colidiu com um Fox. Depois de tentar fugir, o motorista foi preso e antes que fosse agredido por populares, a polícia o transferiu do local da ocorrência para a Delegacia de Plantão. De acordo com o delegado Vieira, o motorista poderá ser enquadrado em vários crimes.

Na primeira tomada de depoimentos o delegado Vieria ouviu seis proprietários de veículos que foram atingidos.Diante do elevado número de carros atingidos pelo motorista em fúria que protagonizou cenas de terros na Avenida Rio Branco, na madrugada deste domingo, 1º de junho, o delegado Vieira, da Delegacia de Plantão, fez a tomada de depoimentos em "lote". Vários proprietários de veículos atingidos revelaram os momentos de pânico que viveram e presenciaram.


No tumulto, uma dentista para não ser atropelada, pulou um muro e quebrou a perna. Uma senhora estava sentada perto do estacionamento, ao ver a confusão, desmaiou. Outra senhora entrou em desespero quando percebeu que seu veículo havia sido abalroado. Cerca de 15 pessoas estiveram na Delegacia de Plantão para registrar queixa contra Adriano Stuart. 


Veja o vídeo:

                                  

Passando na Hora

Comentários