Pular para o conteúdo principal

"Em terra de cego quem tem um olho é rei": TRE-RN nega pedido de cassação do mandato do Prefeito de Marcelino Vieira-RN!

Separados pelas cores!
Desde ano passado que a oposição e situação vieirense vivem uma disputa louca na justiça em busca do poder, ou melhor, a vaquinha, a famosa prefeitura que centenas de pessoas querem mamar. São fogos, buzinas e troca de farpas entre estas duas nações quando se comemoram uma disputa na justiça. No Rio de Janeiro segundo a imprensa divulga, quando chega à polícia na comunidade, os traficantes soltam fogos pra avisar a cambada do “baseado” pra vazar da quebrada. Aqui em Marcelino Vieira é diferente, quando soltam fogos é pra comemorarem alguma vitória na justiça relacionada à política, ou seja, quando a justiça cassa o mandato do prefeito (como ocorreu anteriormente) a oposição solta fogos e todo aquele “fuzuê”, o mesmo acontece com a situação quando a justiça nega a cassação, eles soltam fogos pra todos os lados.

 E ontem (10) isto aconteceu, teve fogos à vontade em comemoração aos 6 votos (unânime)  dos Desembargadores  do TRE-RN contra o pedido de cassação impetrada pela oposição Vieirense. Ou seja, vitória para a situação, para o Gestor Municipal neste processo, na verdade este é o segundo processo contra o mesmo, o primeiro processo se encontra em Brasília (neste o Gestor foi cassado duas vezes, mas a Santa liminar- amém-  devolveu a prefeitura ao mesmo) e será julgada um dia pelo TSE (ninguém sabe quando, só Deus). Esta decisão no TRE-RN não tem nada a ver com este em Brasília, são processos diferentes.

Neste processo julgado ontem, o Promotor já havia dado parecer contrário a oposição, o Juiz Pordeus acatou o parecer do Promotor, ou seja, julgou improcedente o pedido, assim também posicionou os desembargadores do TRE-RN. Ao todo são duas vitórias do Gestor Municipal, na qual ganhou aqui na Comarca de Marcelino Vieira pelo Juiz e no TRE-RN ontem.

Em uma conversa relacionada ao primeiro processo de cassação do Gestor Municipal, Henrique Alves –Presidente da Câmara dos Deputados- afirmou: "Não sabia nem que esse processo estava em Brasília. Nunca fui procurado pelo Prefeito para falar disso.”

Pra finalizar fique com esta frase de uma música de Zé Ramalho: “Em terra de cego quem tem um olho é rei”.

Comentários