Pular para o conteúdo principal

COPA DO MUNDO: Brasil deve arrecadar R$ 16 Bilhões só em impostos da FIFA

As especulações de que a copa do mundo é um mal negocio não param, no meu caso, é indiferente, não vou assistir nenhum jogo mesmo, nem gosto de futebol, acho um desperdício qualquer investimento feito nessa área... Bom, mas como nem todo mundo pensa como eu e os torcedores alimentam uma industria trilhonaria, investir no futebol sempre gera retorno e lucros surpreendentes, no caso da copa do mundo, nem se fala.

A copa do mundo no Brasil é um exemplo. Mesmo em um país corrupto, onde toda obra é superfaturada, ainda assim é um investimento que gera retorno. Vamos aos números:
Entre roubos, caixa 2, improbidade administrativas, foram gastos R$ 8 Bilhões de reais, é dinheiro pra caramba, mas cara, são estádios de futebol, estruturas gigantescas que suportam milhares de pessoas. 

Mas será que compensa? é um investimento que terá retorno? 
Apenas na construção e reforma dos 12 estádios da Copa do Mundo, calcula a Fundação de Pesquisas Econômicas (Fipe), foram criados 50 mil novos empregos. Um bom negócio, ainda mais em tempos de crise financeira internacional, quando os países competem para manter os postos de trabalho e a atividade econômica

A venda dos ingressos vão todo pra FIFA, mas vamos ter que concordar que temos, infelizmente, a maior carga tributaria do mundo Cada bilhete vendido recolhe impostos, pois o Centro de Ingressos, o Comitê Organizador Local e prestadores de serviços da Fifa são tributados nos termos da legislação nacional.
A receita fiscal no evento deve chegar a US$ 7,2 bilhões (R$ 16 bilhões), nas contas da Ernst & Young e da Fundação Getulio Vargas – uma soma muito superior ao investimento público nos estádios.
A Fifa ganhou isenção fiscal na importação de bens, como uniformes, carros e ônibus. 
A Fipe calculou que apenas a Copa das Confederações fez o PIB brasileiro aumentar em R$ 9,7 bilhões, com a manutenção de 303 mil empregos. Para a Copa do Mundo, os economistas da USP estimam um aumento de R$ 30 bilhões a mais no PIB.

Entre 2010 e 2014, os jogos vão movimentar cerca de R$ 142 bilhões a mais na economia brasileira com a geração de 3,6 milhões de empregos, segundo a FGV e Ernst Young.

Observem como o futebol é coisa do capeta! Um investimento de R$ 8 bi, para construir e reformar estádios gerou mais de 350 mil empregos, o governo vai faturar mais que o dobro só dos impostos dos ingressos, sem contar com os impostos dos gringos no aeroporto, porque, a receita federal não brinca em serviço, um movimento de mais de R$ 140 Bilhões na economia e aumentar a renda per capta dos brasileiros em mais de 30 bilhões.

Comentários

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.