Pular para o conteúdo principal

Vice-presidente de jornalismo da Record, Douglas Tavolaro, pede demissão!

Confirmando rumores que vinham ganhando força desde a última semana, as mudanças na alta cúpula da Record ainda não terminaram.
 
Na manhã desta segunda (05), veio à tona o pedido de demissão de Douglas Tavolaro, então vice-presidente de jornalismo da emissora. O desligamento do jornalista, que é um dos principais nomes ligados a Edir Macedo na casa, veio após uma discussão com a nova diretoria.
 
Comenta-se que, nos bastidores da casa, Tavolaro teria sofrido uma ofensa moral do novo vice-presidente executivo Marcus Vinicius, que é bispo licenciado da Igreja Universal, durante a discussão acerca de um novo projeto comercial e de merchandising para o "Domingo Espetacular".
 
Também se informa que a Record tenta fazer com que Douglas Tavolaro desista da demissão. Além de estar no grupo há 14 anos, sendo 10 no jornalismo, ele também gerencia uma área que é responsável por 10 horas da programação diária. Ao menos 3 das 5 atrações mais vistas da casa respondem por seu núcleo (como o "Domingo Espetacular", "Cidade Alerta" e "Jornal da Record"). O prestígio comercial conquistado pelos programas também é essencial para o faturamento total da emissora.
 
Em tempo:
 
Douglas Tavolaro era um dos nomes cotados para assumir a presidência da Record no começo de julho.
Sua indicação chegou a ser bastante comentada e era considerada uma alternativa natural a Alexandre Raposo, já que contava com respaldo junto a Edir Macedo pelos trabalhos feitos em suas biografias.
 

Apesar desta ligação, o jornalista acabou sendo preterido diante de Luiz Claudio Costa, que era presidente da filial de Brasília da Record.



Com informações de Flávio Ricco, via Natelinha.

Comentários