segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Exemplo dos bons: Presidente da Federação Nacional dos Médicos é funcionário fantasma de hospital público!

Depois da criação do programa "Mais médico" do Governo Federal, surgiu uma enorme polêmica acerca do assunto. E também veio a tona, uma denúncia grave em vários meios de comunicação de que alguns médicos pelo país, não estavam cumprindo a carga horário em hospitais, mas recebiam todos os meses os respectivos salários.

Segundo o blog do Ailton, está ocorrendo algo idêntico no Rio Grande do Norte, neste caso, se trata do médico Geraldo Ferreira, presidente da poderosa Federação Nacional dos Médicos.

O blog ainda comenta que doutor, Geraldo Ferreira,  representante nacional dos médicos, é funcionário do Hospital Onofre Lopes, da UFRN, onde recebe um salariozinho (micharia pura) de R$ 6.700,00, para uma jornada de 20 horas semanais, devendo prestar só um turno por dia, de segunda a sexta, como anestesista (Portal da Transparência).

O verdadeiro problema destacado na postagem, é que Geraldo Ferreira não coloca os pés ali há anos.
Uma fonte revelou ao blog citado acima que criaram uma espécie de escala, mas o médico nunca é chamado.

Como é mesmo? Geraldo ganha sem trabalhar? É o que parece. cita o blog.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.