Pular para o conteúdo principal

Principal página do Anonymous no Facebook sai do ar

anon
A maior página do Anonymous no Facebook, a AnonymousBr4sil, saiu do ar — pouco tempo depois de os hackativistas e simpatizantes da causa expressarem temor com repressões das autoridades.

A preocupação foi divulgada pelo movimento em uma de seus endereços no Facebook na noite desta quinta-feira (20). Após a mensagem (cujo conteúdo não foi editado pelo R7, que manteve a grafia original dela), pediram aos internautas que visitassem e curtissem a página reserva do Anonymous, como garantia.
“Temos dado amplo apoio e divulgação dos últimos protestos no Brasil e isto trouxe uma disparada sem igual em nossa página. Sabemos que estamos incomodando e pode chamar atenção das 'autoridades' e de alguma forma eles podem 'por fim' ao trabalho de maneira misteriosa. Por isso pedimos pra curtir nossa página 'reserva' pra no caso de 'perdermos' esta continuarmos nosso trabalho por lá!”, escreveram os hackativistas.
Além disso, o Anonymous espalhou um vídeo refletindo sua preocupação com a repressão. “Tentarão nos calar, mas verão que somos filhos que não fogem à luta”, disseram, antes de chamar atenção para os impostos PIS e COFINS.
“A PM pode mostrar que é não fantoche do governo”, diz o vídeo. “E nós também.”
O pronunciamento também relembra a ascensão de Adolf Hitler na Alemanha, após uma forte crise, e pediu cuidado com os desdobramentos das manifestações.
Os hackativistas do Anonymous assumiram uma espécie de liderança (ou, ao menos, servindo de referência) nas manifestações que ocorrem pelo Brasil afora. Eles já faziam parte dos protestos contra o preço das passagens, mas, depois que a meta de redução da tarifa foi atingida e deixou de ser a “força motriz” das passeatas, eles assumiram de vez a dianteira ideológica.
Prova disso é justamente a fanpage principal, que saiu do ar — mas que, antes, teve uma guinada explosiva.
Entenda mais acessando aqui

Comentários