Pular para o conteúdo principal

ELEIÇÕES NOS EUA: Romney deixa Obama quatro pontos para trás após debate


O primeiro debate presidencial dos EUA, ocorrido na última quarta-feira (3), já deixou sua impressão. Menos de uma semana após diversos analistas terem comentado o fraco desempenho do presidente e candidato à reeleição, Barack Obama, em contraposição com a surpreendente atuação do republicano, Mitt Romney, o instituto de pesquisa Pew confirmou em seu levantamento a queda do favoritismo democrata.

Na tarde de segunda-feira (8), o centro de pesquisas divulgou um novo levantamento sobre as intenções de voto do eleitorado norte-americano para escolher o próximo presidente do país. De acordo com os dados publicados, Obama perdeu cinco pontos nas intenções de voto desde meados de setembro, e seu adversário ganhou quatro. Os dois candidatos estão com 46% das intenções de voto entre os eleitores inscritos.

O mais preocupante para Obama é que ele foi ultrapassado por Romney por quatro pontos (49% a 45%) entre os "prováveis" eleitores, aqueles que têm mais chances de votar. Essa é uma inversão sensível da tendência, já que esses eleitores haviam dito que preferiam Obama a Romney (51% contra 43%) na última em meados de setembro.

Os dois candidatos à vice que apoiam Obama e Romney se encontrarão em um novo debate na próxima quinta-feira (11) para um novo confronto televisivo. O embate é aguardado com ansiedade, pois colocará frente a frente duas gerações de políticos diferentes.

De um lado, o tradicional e experiente Joe Biden, que exerce atualmente o cargo de vice e completará 70 anos em novembro, representando os democratas. Do outro, o republicano muito bem apessoado Paul Ryan, com apenas 42 anos, que poderá ganhar muitos votos para Romney.

Demais pesquisas confirmam tendência

A última pesquisa do instituto Gallup, divulgada nesta segunda-feira, confirmou que Obama, perdeu uma vantagem de cinco pontos depois do debate da semana passada com seu adversário republicano, Mitt Romney.

A pesquisa foi uma primeira medição do prejuízo de Obama em função de seu fraco desempenho frente a um Romney mais enérgico e agressivo.


Uma pesquisa Gallup realizada em 4 e 5 de outubro, dois dias depois do debate em Denver, apontou que 72% dos americanos acreditam que Romney atuou melhor do que Obama no debate, indicando que 49% pensam dessa forma entre os republicanos contra 39% dos democratas.

Uma pesquisa do mesmo instituto, feita entre 30 de setembro e 6 de outubro, mostrou que Obama tinha uma vantagem de cinco pontos sobre seu adversário nos três dias anteriores ao debate presidencial.

Mas, três dias depois do confronto na televisão, a vantagem desapareceu e ambos os candidatos empatavam em 47%.

* informações do R7

Comentários