Pular para o conteúdo principal

Audiência no TJDFT termina e Carlinhos Cachoeira usa o direito de ficar calado

Terminou a segunda audiência do TJDFT (Tribunal de Justiça do DF) no processo que apura denúncias da Operação Saint Michel, deflagrada pela Polícia Civil do DF. Ainda não há data para uma nova audiência. Aparentemente mais gordo que na última aparição pública, Carlinhos Cachoeira, um dos sete que seriam ouvidos, preferiu usar o direito de permanecer calado. O bicheiro disse apenas que está questionando esse julgamento em instância superior e não quer falar antes do resultado desse pedido. 
Os réus do processo são acusados de tentar controlar o sistema de bilhetagem do transporte público do Distrito Federal, de forma fraudulenta, o que renderia aos envolvidos cerca de R$ 60 milhões. Os réus respondem por tráfico de influência e formação de quadrilha. Cachoeira já teve dois pedidos de habeas-corpus negados pelo TJDFT.

 *Fonte: r7.com

Comentários