Pular para o conteúdo principal

Mais Greves: professores da rede municipal de Marcelino Vieira entram em greve por tempo indeterminado


Foto: Ideia Vermelha
 Em assembléia realizada na tarde desta sexta-feira (15), os professores da rede municipal de ensino de Marcelino Vieira decidiram entrar em greve a partir de segunda-feira, por tempo indeterminado.
 A Constituição Federal, em seu artigo 9º e a Lei nº 7.783/89 asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a oportunidade de exercê-lo sobre os interesses que devam por meio dele defender, além disso, São assegurados aos grevistas:  O emprego de meios pacíficos tendentes a persuadir ou aliciar os trabalhadores a aderirem a greve; A arrecadação de fundos e a livre divulgação do movimento.
De acordo com o Blog ideiavermelha.blogspot.com.br, A falta de um canal de diálogo com o prefeito municipal foi o principal motivo para os professores resolverem parar as atividades, Os servidores lutam, entre outras coisas, pela a implementação do Piso do magistério, que é Lei e não vem sendo cumprido no município.
          Na assembléia, também ficou definido um comando de greve, encabeçado pelo presidente do Sindicato, Gustavo Lopes, que fará manifestações na cidade para chamar a atenção dos cidadãos para o descaso que a educação municipal vem passando.

Comentários