Pular para o conteúdo principal

NOVA GRVE: Professores da UERN aprovam indicativo de greve

Reunidos em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira, 26, na sede da ADUERN, os professores aprovaram indicativo de greve para o dia 02 de maio. No mesmo dia, às 9h, será realizada outra assembleia para avaliação.
A decisão da categoria foi tomada em virtude do não cumprimento, por parte do Governo do Estado, do acordo firmado com a ADUERN, em setembro do ano passado, e que pôs fim à greve de 106 dias na UERN. O acordo previa um reajuste de 10,65% para abril de 2012; 7,43% para abril de 2013; e 7,43% para abril de 2014.
A categoria docente estranhou a postura do Governo considerando que em inúmeras ocasiões foi confirmado o cumprimento do acordo (leia aqui), inclusive pela própria governadora que garantiu o reajuste para abril (veja aqui). E agora, como ficará a palavra da governadora diante do exposto?
O Governo do Estado convidou a ADUERN para uma reunião que será realizada amanhã, 27, em Natal.
Para o professor Flaubert Torquato, presidente da ADUERN, em diversas ocasiões o governo confirmou o acordo, mas depois voltou atrás, negando o reajuste. “Por isso, a greve se tornou um caminho inevitável, pois é inaceitável e desumano o que o governo está fazendo com os professores da UERN. Queremos que o governo cumpra sua palavra”, afirma.

Comentários