Pular para o conteúdo principal

Estiagem: Emparn não aconselha plantar milho no Oeste!


Segundo o “Tribuna do Norte”, o plantio de milho está sendo desaconselhado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), por causa da ausência de chuva na região do auto oeste potiguar.

O meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, explicou para o jornal que o motivo é a incerteza sobre a quantidade de chuvas suficientes para segurar uma lavoura de milho cultivada agora. "O desenvolvimento de um plantio de milho leva em torno de 80 dias, ou seja, teríamos que ter chuvas frequentes até junho para que a plantação não se perca", revelou Gilmar. Ele revelou que o mais indicado no momento deste é o plantio de culturas mais perenes como o feijão, de produção mais precoce.

Em entrevista ao “Tribuna do Norte” o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Lavoura de Mossoró, Francisco Gomes, reconheceu que é  um pouco tarde para plantar milho. Mas, ele observa que os agricultores estão trabalhando com uma semente mais precoce, que leva entre 55 e 60 dias para chegar ao ponto de colheita. "Houve uma retomada das chuvas no final de semana e se continuar assim ainda dá para plantar e tirar uma boa safra" opina o sindicalista.
Durante a reportagem, os trabalhadores demonstraram bastante preocupados com a quantidade de chuva na região, revelando que se não chover logo, vão ter prejuízos nas lavouras de milhos. 

Comentários