Pular para o conteúdo principal

VOLTAMOS COM NOSSA PROGRAMAÇÃO NORMAL: BRASIL: O PAIS DA PIADA PRONTA!

BRAZíA, Braziu (o país da piada pronta) - Depois da grande polêmica criada em torno dos livros didáticos para ensino do MSNês nas escolas públicas brasileiras, onde na ocasião as obras ficaram famosas nacionalmente como aqueles livro do "nós pega o peixe" e "os livro mais interessante estão emprestado", o Ministério da Educação Capengante (MEC) prepara mais uma estripulia que entrará, literalmente, e com toda a força nos anais da educação brasileira.
Acaba de ser lançada e impressa oficialmente de forma oficial uma nova coleção de livros didáticos de matemática, ao custo de R$ 14 milhões aos cofres públicos. As obras já estão sendo devidamente distribuídas aos alunos. Nesta nova corrente da matemática "progressista", os autores alertam para o "preconceito matemático" que poderão sofrer as pessoas que usam a vertente popular da matemática portuguesa, e ensinam por exemplo, que 10 - 4 = 7, 16 - 8 = 6, além de 16 - 7 = 5, em um dos exercícios os autores explicam como resolver um difícil exercicio:
1)      2+X= 5 => X=2+5 => X=7
Em outro momento ele mostra como se deve avaliar um aluno num eventual prova para que o professor não cometa um “preconceito atemático”
A . EXERCÍCIO:  6 + 7 = 18
B . ANÁLISE:
Obra dos novos engenheiros
A grafia do número seis está absolutamente correta; O mesmo se pode concluir quanto ao número sete; O sinal operacional + indica-nos , corretamente, que se trata de uma adição;
Quanto ao resultado, verifica-se que o primeiro algarismo (1) está corretamente escrito - corresponde ao primeiro algarismo da soma pedida. O segundo algarismo pode muito bem ser entendido como um três escrito simetricamente - repare-se na simetria, considerando-se um eixo vertical! Assim, o aluno enriqueceu o exercício recorrendo a outros conhecimentos... A sua intenção era, portanto, boa.
C. AVALIAÇÃO:
Do conjunto de considerações tecidas nesta análise, podemos concluir que: A atitude do aluno foi positiva: ele tentou! Os procedimentos estão corretamente encadeados : os elementos estão dispostos pela ordem precisa. Nos conceitos, só se enganou (?) num dos seis elementos que formam o exercício, o que é perfeitamente negligenciável.
Escada progetada por estes novos engenheiros
Na verdade, o aluno acrescentou uma mais-valia ao exercício ao trazer para a proposta de resolução outros conceitos estudados - as simetrias... - realçando as conexões matemáticas que sempre coexistem em qualquer exercício...
Em conseqüência, podemos atribuir-lhe um  EXCELENTE ...e afirmar que o aluno... PROGRIDE ADEQUADAMENTE!!!

Isso é uma verdadeira revolução na história da matemática, desde os tempos de Pascal, Newton, Pitágoras, Descartes, Malba Tahan e Oswald de Souza. Imagina-se que tais célebres indivíduos tenham se revirado em suas respectivas sepulturas.

Alunos da nova matemática do MEC dividindo a conta no restaurante 


circulodfogo@bol.com.br @CDFblogoficial

Comentários