Pular para o conteúdo principal

50 Anos de Paróquia com reformas e novidades - É a Festa de S. Antônio

Pela primeira vez (ou pelo menos até onde me lembro) a Festa do no padroeiro Santo Antônio, não irá iniciar no dia 03 de junho, com a tradicional e popular Procissão de Santo Antônio, neste a programação tem inicio já no dia primeiro do mês junino, uma das grandes mudanças da festa mais tradicional de nosso município; pelo menos o termino da Festa continua no dia 13, dia do santo. O lema deste ano vem com a seguinte mensagem: “Um Santo entre nós”, como se pode ver na imagem ai em cima, estar o Papa João Paulo II, que a poucas semanas foi canonizado, e pelo que parece toda a diocese vem comemorando com suas paróquias, algo normal, já que a igreja comunga junta com seus fieis todas as novidades.
Mas a grande novidade e única, é na verdade a comemoração de 50 anos de paróquia, isso mesmo, fundada em 1961, depois de mais 50 anos como capela e dependente da matriz de Pau dos Ferros, com a emancipação de nossa cidade, a capela ganhou reformas e ampliações, valorizando sua estrutura, e se tornando independente. O nosso município com os anos seguintes se tornaria conhecido na região como a cidade da Festa de Santo Antônio, sempre de 03 à 13 de Junho, data popularmente conhecida pelos visitantes e filhos ausentes.
Ao longo destes 50 anos, a matriz sofreu varias reformas, alem de pinturas, mas uma das reformas mais significativas foi a troca do teto, que era de forro de madeira azul, por uma laje, acredito no fim dos anos 80, não lembro bem, mas lembro que eu ainda cheguei a brincar com as sobras de madeira velha, coisas de um garoto inventivo. Assim como muitos fieis, eu adorava ficar observando o altar de nossa igreja, sempre o achei muito bonito, mesmo com cara de antigo, mas ele tinha seu charme, sua imponência com seus aramaicos e características barrocas, com suas estatuas angelicais segurando lâmpadas de cada lado, nos protegendo e nos guiando. Sim, disse “tinha seu charme”, usei o verbo no passado não por saudosismo, mas porque ao entrar em nossa igreja depois de algum tempo me deparei com mais mudanças, alem da presença de um “Senhor Morto” em um esquife de cristal, o altar estava... Alias não estava como eu lembrava, não era mais o mesmo altar, não tem mais as estatuas angelicais próximas, elas estão afastadas apenas como guardas esquecidos num canto, e a estrutura maculada, pena, deixou sua imponência simples, mas carismática e tradicional que encantava tanto um garoto. Agora só recordando com antigas fotografias.
A nossa festa do “Glorioso Santo Antônio”, continua firma rendendo a paróquia bons lucros, e enquanto isso continuar assim, ela vai continuará nos alegrando e nos fazendo relaxar num período de 10 dias, ou 13 dias, ou 14, bem, não importa quantos dias mais, afinal todos sabemos que são os dias em que a cidade para, as escolas fecham, e quando esquecemos que temos que pagar nossas contas depois, o importante é saber que teremos noites frias e calorosas com nossos amigos em alguma praça, banco, calçada, conversando e seguindo nossos filhos para os brinquedos do parque, mesmo que não tenha mais algodão doce, o menino dos pirulitos, as girândolas, as rodas pirotécnicas, os balões, e os verdadeiros leilões tradicionais acompanhado pela banda municipal, ainda assim é a nossa Festa de Santo Antônio, que neste ano se inicia no dia 1 e vai até o dia 13 de junho.
Para quem quiser conferir, aproveite que este ano teremos muitas atrações.

Texto de Evandro Sal
Disponível em: http://educandariomv.blogspot.com

Comentários

  1. 50 anos de paróquia, mas é a mesma? Acho que ficou só nas lembranças, não é? Mesmo assim, a celebração, a tradição continua. Bom, falta pouco para se tornar folclore.
    Abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.